FCSN // Newsletter // 2018 // Spring 2018 // MCAS: Dicas para ajudar ao seu filho
a

MCAS: Dicas para ajudar ao seu filho

Os pais e a família podem fazer várias coisas para criar uma experiência positiva ao se preparar e ao fazer o teste. Seguem algumas ideias:

Ao longo do ano:

  • Assegure-se de que o seu filho durma o suficiente, alimente-se bem e chegue à escola a tempo. Faça um esforço especial para que isso aconteça durante o período dos exames.
  • Incentive o seu filho a LER, LER, LER. Nenhuma atividade está vinculada ao sucesso acadêmico mais que a leitura. Até mesmo a parte matemática do MCAS usa problemas de palavras para testar a capacidade do aluno para resolver problemas.
  • Anote os dias dos testes em um calendário de atividades familiares. Confira o horário do MCAS online em www.doe.mass.edu/mcas/cal.html
  • Converse com o(s) professor(es) do seu filho com frequencia para ver o que você pode fazer em casa para apoiar o trabalho do aluno na escola. Peça relatórios de progresso regulares.
  • Reveja o relatório do MCAS do ano anterior do seu filho. Veja a sessão “Após o Teste” a seguir
  • Incentive o seu filho a aproveitar as oportunidades de prática de testes.
  • Se o seu filho tem dificuldades com alguma matéria, ligue para a escola e pergunte se eles oferecem apoio extra nessa matéria.
  • Elogie seu filho por se esforçar e pelas coisas que ele faz bem.
  • Estabeleça um horário para estudo e deveres de casa.
  • Pergunte sobre o dever de casa todos os dias e verifique se foi feito.
  • Tenha em casa um local bem iluminado e confortável para que o seu filho possa estudar.
  • Ajude o seu filho a praticar as questões do MCAS. Revise o teste junto ao seu filho para se familiarizar com as expectativas. (Testes do MCAS de anos anteriores encontram-se online www.doe.mass.edu/mcas/testitems.html)
  • Se o seu filho tiver alguma deficiência, reúna-se com o Programa de Educação Individualizada (IEP) ou com a Equipe 504 para decidir como seu filho participará. Um aluno com deficiência tem o direito a ser acomodado para a realização de testes, da mesma forma que se fazem acomodações para a aprendizagem diária. Alguns alunos têm direito de fazer o “MCAS-Alt”, uma “avaliação alternativa” para demonstrar melhor o que sabem. As decisões da equipe são anotadas no IEP ou plano 504 do aluno para serem aprovadas pelos pais. (Consulte o manual de requisitos de participação para mais informações sobre acomodações especiais para testes e avaliações alternativas em www.doe.mass.edu/mcas/accessibility

O dia do teste:

  • Assegure-se de que o seu filho tenha descansado bem e tomado o café da manhã.
  • Assegure-se de que o seu filho chegue na escola a tempo e esteja relaxado.
  • O conforto é importante. Mande um agasalho se for um dia frio. Vista-o em camadas se for um dia quente.
  • Mande todas os instrumentos necessários: lápis apontados, canetas, réguas, etc.
  • Incentive o seu filho a fazer o melhor trabalho possível e a manter uma atitude positiva.
  • Incentive o seu filho a ouvir/ler com atenção todas as instruções para fazer o teste e a fazer perguntas se as instruções não estiverem claras.
  • Lembre o seu filho a não ficar preso em qualquer pergunta do teste. Passe para as outras perguntas e volte para a mais difícil mais tarde.
  • Incentive o seu filho a repassar as respostas se o tempo permitir.

Após o teste:

No início do ano acadêmico as famílias recebem da escola um Relatório para Pais/Responsáveis. Este documento fornece uma descrição detalhada do desempenho do seu filho no MCAS da primavera anterior. Os pais dos alunos que participam da Avaliação Alternativa do MCAS (MCAS-Alt) recebem dois Relatórios para Pais/Responsáveis: um relatório padrão que indica que o aluno fez a avaliação alternativa e um segundo relatório que descreve o desempenho do aluno na avaliação alternativa. Você pode analisar os itens reais do teste no site do Departamento de Educação Elementar e Secundária em www.doe.mass edu/mcas/accessibility . As bibliotecas locais geralmente têm uma cópia impressa das perguntas e respostas do teste.
Para a classe de 2020 ou anterior, uma pontuação de 220 (ou nível de desempenho de “Precisa Melhorar”) é o mínimo necessário para ser aprovado. As classes de 2021 e posteriores participarão de um teste atualizado com um sistema de pontuação diferente. Para esses alunos, uma pontuação mínima de 470 em matemática e ELA (ou um nível de desempenho de “cumpre as expectativas parcialmente”) é considerada o mínimo necessário para aprovação. Os alunos da décima série que passarem o MCAS com níveis de desempenho “precisa melhorar” ou “cumpre as expectativas parcialmente” deverão completar um Plano de Proficiência Educacional desenvolvido pela escola para satisfazer os requisitos do MCAS. Alunos da décima série que não passarem no MCAS também deverão ter Planos de Proficiência Educacional. Se o seu filho tiver uma pontuação abaixo desses limites, pergunte se a escola oferece apoio extra. Incentive o seu filho a participar dos programas de apoio acadêmico oferecidos pela escola ou pelo distrito.

Os alunos com pontuação abaixo dos critérios mínimos de aprovação nos testes da 10a série terão mais oportunidades para fazer e passar esses testes. Cada outono e primavera oferece-se a oportunidade de repetir o teste para jovens fora da escola, assim como para alunos da 11a e 12a séries que não passaram. O processo de apelação do MCAS oferece uma outra maneira para que os alunos que fizeram o teste três vezes mostrem que possuem o conhecimento e as habilidades necessárias para atender aos requisitos da 10ª série. Para mais informações sobre o processo de apelação, entre em contato com o diretor do ensino médio ou o escritório de orientação da escola secundária ou visite a página dos pais em www.doe.mass.edu/mcasappeals.
É importante revisar todos os relatórios para os pais que você recebe, pois eles podem ajudar a identificar os pontos fortes e fracos. Por exemplo, a pontuação foi mais alta em matemática ou inglês? As habilidades em matemática foram melhores na parte de cálculo ou de solução de problemas com palavras? Elogie os pontos fortes do seu filho e faça um plano para lidar com os pontos fracos que identificou. Se o resultado do teste não for consistente com as notas, entre em contato com o professor ou conselheiro do seu filho. O professor também pode ser um recurso se você precisar de ajuda adicional para entender o desempenho do seu filho no teste.